Você sabia que para receber o Auxílio Emergencial precisa regularizar o CPF??

Não?! Então fique tranquilo, vamos lhe mostrar como fazer isso sem sair de casa.

Publicidade

Ter o CPF em situação regular é um dos principais requisitos para conseguir receber o benefício. Confira abaixo como regularizar o seu documento, com um passo a passo completo…

Confira como regularizar seu CPF Agora – Situação Suspensa

Para regularizar o CPF nesse caso é muito simples, vamos lhe mostrar o passo a passo completo.

1º Passo

Primeiramente, você precisa acessar o site da Receita Federal. Na página inicial, clique em “CPF”.

Publicidade

Regularizar SEU CPF

2º Passo

Em seguida, você será direcionado a uma nova página. Nessa nova página, em “REGULARIZAR CADASTRO CPF”.

Regularizar SEU CPF

3º Passo

Vale lembrar que este tipo de regularização deve ser solicitado apenas pelo contribuinte que estiver com a situação cadastral suspenso e não esteve obrigado a entregar a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física nos últimos cinco anos.

Publicidade

Clique em “Pela internet, se o CPF estiver na situação cadastral suspensa”.

Regularizar SEU CPF

4º Passo

Basta preencher os seus dados solicitados no formulário, conforme a figura abaixo.  E por fim, clique em “Enviar”.

FORMULÁRIO CPF

Pronto! Você fez o pedido da regularização, Agora é só aguarda a Receita Federal processar seu pedido e liberar seu cadastro.

Regularizar CPF por Email – Veja Como Fazer!

Caso seu CPF esteja irregular na Receita Federal, e não se enquadre em uma das opções de regularização online ou pelo chat, você pode solicitar por email.

Você deve enviar a mensagem com o pedido de regularização com alguns documentos anexados. (Você pode conferir a lista completa aqui)

Com os documentos juntados, envie o email para um destes endereços abaixo, conforme sua jurisdição e estado:

Por fim, logo depois da pedido regularização na Receita Federal, o usuário deve aguardar a atualização do CPF, que pode levar até 72 horas.

CPF e o Auxílio Emergencial

Houve bastante tumulto com a liberação do programa de auxílio emergencial para os informais, MEIs e autônomos.

O que vários ainda não sabem, é que para aceitar o montante de R$ 600 a R$ 1200 precisa ter alguns requisitos. 

Um dos primordiais, é que o solicitante não possua nenhuma pendência no seu CPF.

É através desse documento que o governo analisa seus dados, avalia se possui ou não direito de receber os valores. Caso tenha alguma pendência no seu CPF, precisa fazer a regularização junto a Receita Federal.

Consultando a Situação do Seu CPF!

Caso ainda não saiba qual a situação do seu CPF, você pode fazer uma consulta online grátis.

Podem aparecer para você as seguintes opções de resultado:

  • Regular : não há nenhuma pendência no cadastro do contribuinte;
  • Pendente de Regularização: contribuinte deixou de entregar alguma Declaração do Imposto Renda da Pessoa Física dos últimos cinco anos
  • Suspensa: cadastro do contribuinte está incorreto ou incompleto
  • Cancelada: CPF foi cancelado por multiplicidade, em virtude de decisão administrativa ou judicial

Se aparecer para você a situação “pendente de regularização”, a situação pode ser resolvida com o envio da declaração de IR do ano ausente, se houver atraso.

Se não houver atraso ou se o status for de CPF suspenso, a orientação é o formulário eletrônico “Alteração de Dados Cadastrais no CPF”. Há também um chat da Receita que pode ajudar no caso de dúvidas.

Agora se aparecer a situação “Suspensa” você pode fazer o pedido de regularização diretamente no site, conforme mostramos no passo a passo acima.

Veja também sobre a antecipação do Décimo Terceiro aqui!

Compartilhe: