Várias opções de uso do FGTS garantia são oferecidos pela Caixa e Banco do Brasil.

Essa modalidade ocorre na compra de imóveis de uso residencial e outras opções do Banco.

Publicidade


É necessário o trabalhador estar contratado pela CLT e ter conta ativa na Caixa.

Todo o empregador de acordo com as normas vigentes precisa depositar 8% do FGTS.

Sendo assim esse dinheiro guardado para o trabalhador em casos de demissão de justa causa.

Publicidade

O FGTS será liberado em situações emergenciais, sempre anunciadas antecipadamente.

Quem tem direito ao FGTS, pode usá-lo no pagamento de algum financiamento imobiliário ou investimento pessoal.

Seguro Desemprego MEI – Como receber?

Quem pode solicitar o FGTS garantia?

Sim a todos os trabalhadores com pelo menos 3 anos de contribuição na CLT. Mesmo se contribuição não for continua.

Publicidade

Quem solicita precisa estar morando em área urbana ou ter pelo menos um imóvel em perímetro urbano.

No entanto, não é possível usar o FGTS, quem possuir débito pendente no SPC e Serasa.

Posso pedir empréstimo usando o FGTS como Garantia?

fgts garantia

Sobretudo é possível solicitar o FGTS na quitação de empréstimos nas seguintes situações:

  • FGTS na aquisição de órtese e prótese;
  • FGTS na aquisição da casa própria;
  • Empréstimo consignado de Caixa usando fundos do FGTS.

O saldo do seu FGTS poderá ser usado na entrada no financiamento do imóvel ou na construção da casa.

A sua compra poderá ser liquidada usando o saldo do FGTS, sendo o limite máximo de uso até R$ 1.500,00.

Se acaso estiver usando através de empréstimo consignado, poderá contratar quando quiser, tendo crédito disponível.

O rendimento do FGTS ainda é pouco conhecido para muitas pessoas.

Pois durante muito tempo o rendimento do FGTS foi considerado extremamente baixo.

Porém devido as últimas medidas adotadas pelo atual Governo, a queda da taxa Selic para 3,75% e a inflação controlada, esse cenário tende a mudar.

Houve alterações na remuneração do fundo de garantia. As contas do FGTS rendem 3% ao ano e mais uma taxa referencial, a TR.

O Banco Central também pensou em fazer isso na Poupança, com as novas mudanças.

Entenda os requisitos de garantia do FGTS

O empréstimo consignado só é garantido se atender a alguns requisitos. É preciso comprovar o tempo de trabalho e demonstrar o extrato da conta do FGTS.

Além disso levar os documentos pessoais e Carteira de Trabalho.

Se for solicitar o financiamento de imóveis, outros documentos serão requisitados. Lembrando que você não poderá estar com débitos pendentes.

Entretanto uma consulta no SPC irá informar se seu nome está sujo, pode impedi-lo de fazer o financiamento.

Caso seja casado, leve o seu cônjuge junto na entrevista e também apresente os documentos do parceiro.

No entanto será preciso pelo menos três anos de carteira assinada.

Então essas são condições de estar apto a solicitar empréstimos pelo FGTS:

  • Um valor máximo de até R$ 1.500,000;
  • Você precisa morar em zona urbana ou já ter algum imóvel em seu nome em perímetro de faixa territorial;
  • Lembre-se o imóvel a ser comprado não pode ser o segundo comprado com empréstimos vindos do FGTS.

Outras formas de usar o seu fundo de Garantia

Também é possível usar o FGTS na quitação dívidas mais caras. Iremos repassar tudo sobre a solicitação e quem tem direito.

Quem está vinculado ao FGTS pode ter vantagens na hora de quitar os créditos.

A Instituição Financeira terá de garantia um dinheiro dado pelo Governo, baixando riscos de calote, ajudando eles em outras transações.

Aliás vale a pena pedir o uso do FGTS garantia em várias situações. Sobretudo quando envolver o dinheiro na garantia do negócio.

Porém caso a sua intenção seja fazer os empréstimos antecipando o consumo, você poderá ter algo em risco dificultando a solicitação.

Muitos tentam buscar uma dívida mais baixa, porém tem de entender que o FGTS serve no caso de saque de emergência.

O FGTS funciona como um colchão, destinado a benefícios previdenciários ao trabalhador.

Segunda Parcela do Auxílio Emergencial – Veja AGORA quando SACAR!

Compartilhe: