Atenção: Conteúdo informativo sobre o programa – Não oficial


Publicidade

Consulta de valores agora é possível pelo sistema Registrato!

Cerca de R$ 8 bilhões de reais de bancos e instituições financeiras estão paralisados, aguardando saque!

Publicidade

Os cidadãos podem consultar e reclamar valores esquecidos nos bancos, e a autoridade monetária informa que 79.000 cidadãos têm acesso ao Sistema de Valores a Receber (SVR).

Foram realizados 8.500 pedidos de devolução de recursos, totalizando R$ 900.000.

Para que o site do BC voltasse a funcionar, a agência foi forçada a fazer alguns ajustes no sistema.

Publicidade

Como funciona o Registrato e como ver os seus valores??

O sistema permite que cidadãos e empresas verifiquem se receberam algum dinheiro “esquecido” de bancos e outras entidades do sistema financeiro.

O valor recuperado é repassado pela instituição financeira via Pix em até 12 dias úteis.

As consultas são feitas na página Minha Vida Financeira no site do BC, utilizando apenas o CPF ou CNPJ da empresa. Segundo o BC, as informações fornecidas no novo serviço são de responsabilidade da própria agência, mas a agência estima que haja cerca de 8 bilhões de reais em recursos neste caso.

Veja também:

[display-posts orderby="date" include_date="false" posts_per_page="5" taxonomy="category" tax_term="current" date_format="m/d/Y" exclude_current="true"]

Os usuários agora podem verificar se têm recebíveis, e o novo sistema do banco central, o Registrato, permite que qualquer cidadão acesse extratos de informações pessoais por meio de instituições financeiras para verificar direitos de recursos.

Registrato

“O Sistema de Contas a Receber (SVR) tem recebido grande aceitação entre os cidadãos, gerando uma demanda muito maior do que o esperado. Essas demandas fazem parte de um movimento em direção aos potenciais 3,9 bilhões de reais e 28 milhões de CNP e CNPJ na primeira fase. Pequenos passos.. O BC está trabalhando para restabelecer o SVR o mais rápido possível para que esse pagamento possa ser repassado aos cidadãos”, reiterou a agência.

Anteriormente, o recurso oferecia apenas consultas para dívidas pendentes ou liquidadas, abertura de conta, atividade ou inatividade e transferências de dinheiro ao exterior.

Agora, a Registrato começa a oferecer uma alternativa às de valor.

Entre bancos e outras instituições financeiras, cerca de 8 bilhões de reais estão estagnados, esperando para serem sacados, segundo o banco central.

Como será pago o valor do Registrador?

Há duas opções de valor de resgate. Confira quais:

  • Pix
  • Insira os dados de contato no sistema

O cidadão pode solicitar resgates diretamente de uma conta indicada pelo registrador. Contudo, desde que a instituição financeira do beneficiário cumpra os prazos exigidos pelo BC, no caso de seleção pelo Pix.

Em outro caso, o beneficiário fornecerá os dados de contato no sistema, instituição e forma de pagamento ou transferência.

Registrato: O novo sistema de banco central está sendo aprimorado

A novidade está em fase de refinamento. Na primeira fase, divulgará um valor de 3,9 reais que poderá ser restituído aos titulares de contas correntes ou de poupança encerradas e não sacadas.

Mesmo aqueles que geram cobranças indevidas ou obrigações de crédito nos termos de compromissos firmados com o banco central. Além de cotas de capital e distribuições de superávits líquidos de cooperativas de crédito extintas e consorciados.

O Banco Central pretende ampliar a consulta sobre a devolução de valor proporcionada pela nova função nos seguintes casos. Veja lista:

  • Cobrança indevida de taxas ou obrigações de crédito
  • Fechar contas pré-pagas e pós-pagas com saldos disponíveis
  • Contas fechadas com corretoras e corretoras de valores mobiliários
  • Outras circunstâncias que fazem com que a instituição financeira confirme o valor da restituição

Segundo informações do BC, o valor e os dados fornecidos pelo Registrato são de responsabilidade da própria instituição financeira.

Publicidade