Saiba se você tem direito ao novo Auxílio Emergencial. Leia nosso artigo sobre o novo acordo e veja se você se enquadra nos requisitos.

Sacar o Auxílio Emergencial 2021 – Faça o Saque Rápido!

Conheça o novo Auxílio Emergencial

novo auxílio emergencial

Em 2020, o Auxílio Emergencial manteve milhões de famílias enquanto elas precisavam lidar com toda a dificuldade financeira causada pela pandemia. Pela importância da assistência prestada pelo benefício, a sua suspensão em dezembro do mesmo ano causou muita tensão nessas famílias. Especialmente, porque, a pandemia não acabou e a dificuldade financeira derivada dela também não. Felizmente, na segunda semana de fevereiro, foi confirmado pelo governo, o novo Auxílio Emergencial. Entretanto, agora em momentos de aperto e necessidade, é fundamental se informar dos seus direitos e garantias. Pensando nisso, trouxemos mais informações do tema e do grupo de pessoas habilitadas a receber o pagamento.

Publicidade

Novo Auxílio Emergencial

O Auxílio Emergencial passou por diversas mudanças antes de ser aplicado novamente esse ano. Anteriormente suspenso desde dezembro de 2020, esse ano o benefício visa atenderá um número bem menor de pessoas. Além disso, o valor das parcelas também sofreu redução. O pagamento antes de R$ 600 mensais passará a ser entre R$ 250 e R$ 200. Em comunicado, o poder Executivo afirma que o objetivo dessas alterações é conseguir atender com eficiência as camadas da população menos favorecidas financeiramente. Mas enquanto gasta menos recursos comprado ao ano anterior. Porém, até mesmo o tempo de duração tem previsão de 4 meses. Mas, assim comparado no ano anterior, esse tempo pode ser prorrogado por conta da situação das pessoas.

Como vai ocorrer esse benefício?

Sobretudo, os meses do pagamento já estão definidos. A previsão é de as parcelas serem pagas de março até o mês de junho. O órgão operador desse processo continuará sendo o banco da Caixa Econômica Federal. Ao ocorrer com eficiência, o novo Auxílio Emergencial deve ser recriado através de um crédito extraordinário. Esses recursos são utilizados, permitindo o uso de fundos de fora do teto de gastos e do orçamento das despesas emergenciais, por exemplo, essas trazidas pela pandemia de covid-19.

Assim, o governo pretende introduzir uma cláusula de calamidade pública na PEC do Pacto Federativo, onde tenha os recursos estipulados pelo poder. Depois das burocracias fiscais, existe também um processo até o dinheiro chegar até você. Primeiramente é necessário atender as regras do novo Auxílio Emergencial, fazer seu cadastro, depois o mesmo precisa ser analisado e então o pagamento será efetuado. Depois disso, o valor estará disponível no aplicativo da CAIXA TEM, onde você pode realizar transferências, pagamentos ou saques.

Publicidade

Quem tem direito?

A estimativa é de o novo Auxílio Emergencial contemple mais de 40 milhões de pessoas. Dentre desempregados, trabalhadores autônomos, informais e beneficiários do Bolsa Família. O valor agora vai ser concentrado nos 50% da população onde estão aqueles com menos recursos. Semelhantemente, as mães chefes de família terão direito a um valor alterado em comparação a 2020. Antes, elas recebiam duas cotas mensais do auxílio, mesmo com o reajuste no final do ano. Porém, está cogitado acabar com o pagamento dobrado.

O foco agora está voltado a aqueles considerados invisíveis pelo governo, correspondente a metade da quantidade anterior. Apesar disso, é provável serem mantidos alguns critérios do recebimento do benefício como pertencer à família cuja renda mensal per capita seja igual, inferior a meio salário mínimo ou cuja renda total da família some até 3 salários mínimos. Se acaso quer saber mais do novo Auxílio Emergencial, não perca nossas postagens atualizadas e tire suas dúvidas conosco.

Tipos de saque e pagamento do FGTS 2021!

Compartilhe: