Publicidade

Tudo sobre Insalubridade

Categoria(s): Carteira de Trabalho
28/11/18 15:12 -

Atualizado em

Bom, provavelmente você já escutou a palavra ‘insalubridade’ uma vez na vida, não é mesmo? E dependendo do local que você trabalha ou da sua posição essa palavra pode aparecer com mais frequência do que você realmente gostaria.

Mas apesar de já estar familiarizado com o termo, você sabe bem o que ele significa?

Se você ficou na dúvida para responder a última pergunta é melhor terminar de ler essa matéria. Assim você poderá evitar problemas com a Justiça e assegurar o seu bem-estar ou dos seus colaboradores.

Publicidade

O que é insalubridade?

O adicional de insalubridade é um direito do trabalhador. Sendo uma das principais conquistas para proteger a classe, principalmente, quando o trabalho executado possui um alto risco para à saúde dos envolvidos.

CTPS - Adicional de insalubridade

Garantido pela Constituição Brasileira, o adicional deve ser pago sempre que existir atividades que coloquem em risco a vida do trabalhador:

Publicidade

Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social:

XXIII – adicional de remuneração para as atividades penosas, insalubres ou perigosas, na forma da lei;

Além disso, a Lei também garante que a empresa tenha responsabilidade para criar protocolos. Com intuito de diminuir os riscos existentes ao trabalho:

XXII – redução dos riscos inerentes ao trabalho, por meio de normas de saúde, higiene e segurança.

É importante que você entenda que algumas profissões possuem mais riscos de acidente. Como é o caso de quem trabalha com produtos químicos ou biológicos, por exemplo.

Por isso, as leis trabalhistas são fundamentais e servem para compensar os funcionários pelos os perigos enfrentados diariamente no trabalho.

Na sua folha de pagamento, além do adicional de insalubridade, pode constar também as horas extras, veja como é feito o cálculo aqui.

Veja também:

Quem tem direito ao adicional de insalubridade?

De acordo com a lei, apenas os profissionais que exercem atividades insalubres têm o direito de receber o adicional de insalubridade.

Entendendo que o adicional é um benefício, apenas para os profissionais que em sua rotina de trabalho enfrentam perigos que podem prejudicar sua saúde, é fácil saber quem tem ou não esse direito.

Sendo importante admitir que exista uma pequena diferença entre trabalho insalubre e o trabalho perigoso:

  • Trabalho insalubre: são atividades que colocam em risco à saúde e integridade física e psíquica dos funcionários, como em situações que envolvem ruídos, radiação, calor e etc…
  • Trabalho perigoso: são atividades que colocam os profissionais em real risco de morte, como profissões em que os funcionários ficam expostos a violências físicas, materiais explosivos, inflamáveis e etc.

Porém, nos dois casos, o trabalhador tem o direito de receber o adicional de insalubridade. Um exemplo são os limpadores de fachada de edifícios. Pois, existe um risco de queda e até mesmo morte, e, portanto, provavelmente, a empresa pague um valor a mais para esses funcionários.

É importante saber que quem define se uma função é insalubre ou não são Engenheiros e Médicos do Trabalho. Pois, eles checam as condições de insalubridade do local e da profissão.

Além disso, Sindicatos e a própria empresa podem solicitar uma perícia para manter ou não o benefício.

DICA: Pediu demissão ou foi demitido?? Você tem direito ao aviso prévio, confira aqui.

Como se calcula o nível de insalubridade?Adicional de Insalubridade - Alíquotas

Só depois de uma perícia e analisar todos os perigos que os profissionais estão submetidos é calculado o adicional de insalubridade. Logo, conforme o risco que os funcionários enfrentam o adicional pode variar entre 10% até 40%. Sendo que a porcentagem é definida pelo grau de perigo:

  • Mínimo: 10% de adicional de insalubridade;
  • Médio: 20% de adicional insalubridade;
  • Máximo: 40% de adicional insalubridade.

Conforme a Norma Regulamentadora 15 (NR-15), que regulamenta os adicionais de insalubridade, há 13 anexos que define os graus de riscos e os limites de tolerância. Caso você tenha dúvidas sobre a norma, ela está disponível no portal do Ministério do Trabalho.

Agora que você já conhece mais um benefício do trabalhador, veja também como receber o bolsa família aqui.

Publicidade

Conteúdos relacionados à este

Horas Extras

Horas Extras

Ficar depois do trabalho é uma das atividades mais chatas para boa parte dos trabalhadores. No entanto, as horas posteriores ao expediente de trabalho podem ser consideradas horas extras, rendendo uma boa quantia adicional no pagamento ou indo para o banco de horas e,...

ler mais
Aviso prévio: tire suas dúvidas!

Aviso prévio: tire suas dúvidas!

Aviso prévio é um tema que costuma gerar várias dúvidas, tanto para funcionários quanto para empregadores. Aliás, isso é muito comum quando se fala de questões trabalhistas em geral. Especialmente em tempos de mudanças nas leis, quando fica ainda mais difícil ter...

ler mais

Deixe um comentário aqui